fbpx

Você Quer Ser um Pesquisador de Sucesso?

Receba dicas semanais sobre redação acadêmica, pesquisa de qualidade e desenvolvimento de habilidades essenciais para seu progresso acadêmico.

Guia essencial para entender o que é um bom problema de pesquisa

Como elaborar um problema de pesquisa?

Escolher um problema de pesquisa para seu trabalho acadêmico é um passo fundamental e importante na sua jornada acadêmica. Mas, como escolher um problema que seja relevante, interessante e viável para a pesquisa?

Neste post, vamos entender o conceito de um problema de pesquisa e por que ele é tão importante para a vida acadêmica. Vamos discutir como formular um problema de pesquisa eficaz, com exemplos práticos em diferentes áreas do conhecimento. Além disso, vamos destacar os elementos que você deve considerar ao formular o seu problema de pesquisa e os benefícios de ter um problema bem formulado para orientar seu estudo e publicações futuras.

Se você está começando sua jornada acadêmica ou precisa refinar sua habilidade na formulação de problemas de pesquisa, tenho certeza de que o post será útil para você!

Entendendo o conceito de problema de pesquisa

Um problema de pesquisa é a pergunta que o pesquisador precisa responder com seu trabalho, marcando o início e a finalidade do estudo desenvolvido. Escolher um assunto de seu interesse e formular uma pergunta clara é crucial para que sua pesquisa seja considerada adequada do ponto de vista acadêmico.

A definição do tema está profundamente ligada ao estabelecimento do problema de pesquisa. É uma necessidade clara para o pesquisador, seja para um artigo, tese, TCC ou qualquer outro texto acadêmico.

O que é problema de pesquisa?

Assim, o problema de pesquisa é a pergunta que o pesquisador precisa responder em seu estudo. É a partir de sua definição que outras escolhas fundamentais na pesquisa deverão ser tomadas, incluindo a metodologia, a bibliografia a ser lida e os dados a serem coletados.

Por que os problemas de pesquisa são fundamentais?

Os problemas de pesquisa são fundamentais porque guiam e direcionam todo o processo de estudo e pesquisa. Eles definem o escopo e objetivo do trabalho, permitindo que o pesquisador obtenha resultados claros e eficientes. Além disso, os problemas de pesquisa ajudam a delimitar as escolhas metodológicas, a bibliografia a ser consultada e os dados a serem coletados. Em suma, eles são a base sobre a qual se constrói todo o projeto de pesquisa, garantindo que o trabalho seja adequado e útil à sociedade.

O que é um problema de pesquisa?

Como escrever um problema de pesquisa?

Ao formular seu problema de pesquisa, o primeiro passo é identificar seu tema de interesse de maneira clara e objetiva.

A geração de perguntas que levem a um problema de pesquisa claro é essencial neste momento, assim como avaliar e refinar essas perguntas. Uma estratégia interessante para formular um bom problema de pesquisa consiste no brainstorm de ideias. Escreva livremente todas as possíveis perguntas relacionadas ao seu tema de interesse e, em seguida, selecione aquelas que sejam relevantes e que possam ser respondidas através de uma pesquisa científica.

Identificando seu tema de interesse

Escolher um tema que desperte interesse e conhecimento é crucial. Mas, evidentemente, seu tema não surgirá “do nada”; é preciso, antes, ter familiaridade com a temática. A leitura atenta de artigos científicos, livros e outros materiais acadêmicos relacionados ao assunto pode ajudar a identificar lacunas de conhecimento ou questões que ainda não foram abordadas.

Além disso, é importante considerar sua própria experiência e expertise em determinadas áreas, o que pode influenciar na formulação de um problema de pesquisa que seja de seu interesse.

Gerando perguntas sobre o tema

Ao gerar perguntas sobre o tema de interesse, é importante explorar todas as perspectivas possíveis e considerar diferentes abordagens. Perguntas abertas, que não possuem uma resposta simples e direta, podem levar a problemas de pesquisa mais complexos e interessantes.

Uma dica útil ao gerar perguntas é pensar nas lacunas de conhecimento existentes em relação ao tema. O que ainda não se sabe? Quais são as questões não respondidas? Essas perguntas podem ser uma ótima base para a formulação do problema de pesquisa.

Uma vez que você tenha identificado seu tema de interesse e explorado diferentes perspectivas, é hora de transformar essas ideias em perguntas específicas e relevantes. Lembre-se de que um bom problema de pesquisa precisa ser claro, objetivo e capaz de ser respondido por meio de métodos científicos.

No processo de brainstorming, não se limite a algumas poucas perguntas. Rascunhe dezenas de questões, explorando cada ângulo do tema. Dessa forma, você terá uma ampla variedade de opções para escolher a melhor pergunta que irá guiar sua pesquisa.

Leve também em consideração o impacto e a relevância do tema. Perguntas que abordam problemas atuais ou possuem potencial para gerar novos insights são mais propensas a despertar interesse na comunidade acadêmica.

Avaliando e refinando as perguntas

Depois do processo de brainstorming, é o momento de selecionar as melhores perguntas. Verifique as opções que melhor possam servir de base a uma boa problema de pesquisa. Considere a viabilidade de responder cada uma delas, levando em conta recursos disponíveis, tempo necessário e acesso a dados relevantes.

Ao selecionar as melhores perguntas, avalie também se elas possuem um escopo adequado para o seu trabalho. Perguntas muito amplas podem levar a resultados superficiais, enquanto perguntas muito específicas podem limitar suas descobertas.

Uma vez que você tenha selecionado as perguntas mais promissoras, é hora de refiná-las. Certifique-se de que cada pergunta seja clara e objetiva. Evite ambiguidades ou termos vagos que possam confundir a interpretação da pergunta.

Além disso, busque especificar o tipo de resposta que você espera obter. Perguntas que solicitam uma opinião subjetiva podem ser válidas em alguns casos, mas na maioria das pesquisas científicas é preferível buscar respostas baseadas em evidências empíricas e dados concretos.

Organizando as questões em uma declaração de problema coesa

A declaração (ou formulação) de problema é um elemento crucial no processo de pesquisa. Ela deve transmitir claramente o objetivo da sua pesquisa e delinear as principais questões que você pretende investigar.

Vejamos alguns exemplos de bons problemas de pesquisa, adequadamente formulados:

  • Qual é o impacto do uso de tecnologias educacionais no desempenho acadêmico dos alunos do ensino fundamental?
  • Como a falta de acesso à água potável afeta a saúde das comunidades rurais em países em desenvolvimento?
  • O valor da remuneração influencia a satisfação dos funcionários nas empresas modernas?
  • De que forma as redes sociais afetam os relacionamentos interpessoais e a interação social?

Para organizar suas perguntas em uma declaração de problema coesa, comece identificando o tema central da sua pesquisa. Em seguida, escolha uma ou duas das melhores perguntas que você selecionou durante o processo de avaliação e refinamento.

Certifique-se de que essas perguntas estejam relacionadas ao tema central e se complementem de alguma forma clara e objetiva. Evite repetições ou perguntas que abordem aspectos semelhantes.

A partir dessas perguntas selecionadas, elabore uma declaração de problema que aborde o objetivo geral da sua pesquisa e as questões específicas que serão investigadas. Certifique-se de que a declaração seja coesa, transmita claramente o propósito da pesquisa e defina os principais elementos que serão analisados.

O que um problema de pesquisa não é

Um problema de pesquisa não se resume a uma pergunta, mas é um verdadeiro processo de desenvolvimento acadêmico. Sua elaboração vai além de simplesmente formular uma pergunta. É um processo acadêmico complexo que envolve a identificação do tema central da pesquisa, a seleção das melhores perguntas relacionadas a esse tema e a elaboração de uma pergunta coesa que transmita claramente o propósito da pesquisa.

O problema também não se confunde com o tema de pesquisa; o tema estabelece o assunto do texto. O problema de pesquisa, por sua vez, é mais específico e direcionado, focando em uma questão específica dentro do tema escolhido

Erros comuns na elaboração de problemas de pesquisa

Ao formular um problema de pesquisa, é importante evitar alguns erros comuns. Um desses erros é a formulação de um problema muito amplo, o que pode dificultar o desenvolvimento da pesquisa. Por outro lado, formular um problema que não desperta o interesse do pesquisador também pode ser prejudicial. É crucial garantir que os problemas sejam claros e objetivos para obter resultados precisos.

Durante o processo de desenvolvimento do problema de pesquisa, a falta de leituras e escolhas claras sobre o objeto de estudo é outro equívoco comum. É essencial realizar uma revisão da literatura existente antes de definir o problema, escolhendo fontes adequadas de obtenção de dados.

Outro erro comum na formulação do problema é a ausência de especificidade. O problema deve ser bem definido para evitar ambiguidade na interpretação dos resultados. Além disso, é importante garantir que o problema seja relevante para a área de estudo em questão e tenha implicações práticas significativas.

Como evitar a formulação incorreta de um problema de pesquisa

Entender o que é um problema de pesquisa é fundamental para a realização de um estudo eficaz e relevante. Para isso, é importante evitar perguntas vagas e mal definidas, que podem levar a conclusões equivocadas. Além disso, é essencial formular perguntas imparciais e que estejam alinhadas com os objetivos e escopo do estudo em questão.

É necessário considerar a relevância e importância do problema a ser investigado, a fim de garantir que o estudo traga contribuições significativas para a área de conhecimento em questão.

Por fim, é também verifique se a expressão do problema de pesquisa é clara e precisa, para que os resultados obtidos sejam confiáveis e possam ser interpretados de forma correta.

Em resumo, para entender o que é um problema de pesquisa, é preciso ter em mente a importância de formular questões claras e bem definidas, que estejam alinhadas com os objetivos do estudo e que possam contribuir para o avanço do conhecimento em determinada área do conhecimento.

Características de um problema de pesquisa

Ao entender as características essenciais de problemas de pesquisa bem definidos, você pode explorá-las a seu favor. Um problema de pesquisa bem definido possui algumas características importantes. Primeiro, ele é claro e específico, evitando ambiguidades na interpretação dos resultados. Além disso, o problema é relevante para a área de estudo em questão, abordando uma lacuna existente no conhecimento ou uma necessidade prática.

Outra característica de um bom problema é ser mensurável e passível de investigação científica.

Isso significa que o problema pode ser analisado através de métodos e técnicas adequados, permitindo a coleta de dados e a realização de análises estatísticas.

Além disso, um problema de pesquisa deve ser específico o suficiente para delimitar o escopo do estudo, mas também amplo o bastante para permitir uma investigação abrangente. Deve-se evitar problemas muito genéricos ou muito restritos, pois isso pode comprometer os resultados e limitar as conclusões.

Outra característica importante é que um problema de pesquisa deve ser atual e significativo. Ele deve abordar uma questão relevante e atual na área de estudo, levando em consideração os avanços recentes e as necessidades do campo. Isso garante que o problema esteja alinhado com as demandas da comunidade científica e possa contribuir para o conhecimento existente.

Vejamos algumas outras características.

Um bom problema de pesquisa se desdobra em várias perguntas

Um problema de pesquisa é um questionamento que surge a partir da identificação de uma lacuna no conhecimento ou de uma necessidade de compreensão mais profunda de determinado assunto. É importante destacar que um problema de pesquisa não é uma questão simples ou de resposta fácil, mas sim um desafio que requer investigação e análise detalhadas.

Ao longo do processo de pesquisa, é comum que o problema se desdobre em várias perguntas mais específicas, que são essenciais para a compreensão do problema global. Essas perguntas, ao direcionarem o foco e delimitarem a pesquisa de forma clara, desempenham um papel crucial na estruturação de um projeto de pesquisa bem elaborado.

O desdobramento do problema de pesquisa em perguntas mais específicas é fundamental para a construção de uma abordagem de pesquisa robusta e bem definida, garantindo sua relevância e eficácia. Portanto, compreender o que é um problema de pesquisa e como formulá-lo adequadamente é o primeiro passo para desenvolver uma pesquisa consistente e de qualidade.

Por essa razão, os problemas de pesquisa costumam ser classificados como problemas centrais e problemas secundários. Os problemas centrais são aqueles que abrangem a principal lacuna de conhecimento ou necessidade de compreensão na área de estudo. Eles são amplos e complexos, exigindo uma investigação abrangente e aprofundada. Por outro lado, os problemas secundários são questões mais específicas que surgem a partir do desdobramento do problema central. Essas questões auxiliares ajudam a direcionar a pesquisa e fornecem insights valiosos para responder ao problema global.

Elenca as questões essenciais

Elencar as questões essenciais ao tema é crucial na formulação do problema de pesquisa. Essas questões ajudam a estabelecer a relevância e o objetivo da pesquisa, sendo o primeiro passo para um bom problema de pesquisa. Ao listar as questões essenciais, garante-se a clareza e precisão do problema de pesquisa. Esse processo é fundamental para o desenvolvimento de um projeto de pesquisa bem estruturado.

Deve encaixar-se no orçamento e adequar-se ao planejamento

Para garantir o sucesso da pesquisa, é crucial que o problema de pesquisa se adeque ao orçamento e ao planejamento estabelecidos. Encaixá-lo no budget disponível é um aspecto significativo a considerar, assim como garantir sua adequação ao planejamento para evitar contratempos.

Dessa forma, ao formular o problema de pesquisa, é importante considerar não apenas a relevância e clareza das questões essenciais, mas também a viabilidade financeira e logística do projeto. Ao fazer isso, você estará garantindo que a pesquisa seja bem-sucedida e alcance os resultados desejados dentro do prazo estabelecido. Planejar cuidadosamente o problema de pesquisa é essencial para o sucesso do seu projeto.

Exemplificando problemas de pesquisa: inspirando-se no exemplo de outros

Observar alguns exemplos de problemas de pesquisa em algumas áreas distintas permite visualizar melhor o conceito.

Em áreas mais teóricas do conhecimento, como filosofia ou sociologia, um problema de pesquisa poderia ser mais abstrato. Uma pergunta como “Qual é a natureza da consciência humana e como ela influencia nossas decisões e comportamentos?” poderia ser um exemplo de problema de pesquisa nessas áreas.

Já em campos mais práticos, como medicina ou engenharia, o problema de pesquisa pode ser mais voltado para soluções específicas. Por exemplo, “A terapia genética “x” pode ser um meio eficaz de combater o câncer “y”, minimizando os efeitos colaterais nos pacientes?” poderia ser um bom problema de pesquisa na área médica.

Em engenharia, um exemplo seria “Como aumentar a eficiência energética de um motor a combustão interna sem comprometer sua potência?”. Este é um problema de pesquisa relevante para o campo , pois busca encontrar soluções práticas para melhorar o desempenho dos motores, ao mesmo tempo em que considera a economia de energia e sustentabilidade ambiental. Através dessa questão, os pesquisadores podem explorar diferentes abordagens e tecnologias para otimizar o funcionamento dos motores, resultando em benefícios

Evidentemente, esses problemas poderiam ser mais específicos. Outros exemplos de problemas de pesquisa específicos em áreas distintas incluem:

  • Na psicologia: “Como mensurar o impacto da terapia cognitivo-comportamental no tratamento da ansiedade em adolescentes?”
  • Na economia: “Quais são os principais fatores educacionais que influenciam a taxa de desemprego na Região Sudeste?”
  • Na educação: “Quais são as estratégias eficazes para melhorar a motivação dos alunos no aprendizado de matemática?”
  • Na ciência ambiental: “Qual é o impacto das mudanças climáticas na biodiversidade marinha do Oceano Atlântico?”
  • Na sociologia: “Como o Instagram influencia a formação de identidade dos jovens de famílias de alta renda em Sergipe?”
  • Na tecnologia da informação: “Quais são os desafios e benefícios da implementação de inteligência artificial em sistemas de atendimento ao cliente?”

Esses são apenas alguns exemplos de problemas de pesquisa que podem ser explorados em diversas áreas. Cada um deles tem sua relevância e contribui para a compreensão e avanço do conhecimento em seu respectivo campo. A escolha de um problema de pesquisa depende dos interesses e objetivos do pesquisador, assim como das lacunas existentes na literatura científica.

Normalmente, exige-se do problema de pesquisa maior especificidade, utilizando-se do jargão de cada área, para que seja mais direcionado e preciso. Isso ajuda a delimitar o escopo da pesquisa e facilita na busca por respostas concretas. Portanto, ao formular um problema de pesquisa, é importante considerar o contexto em que ele está inserido e utilizar uma linguagem adequada à área de estudo para garantir sua precisão e relevância.

Ao exemplificar problemas de pesquisa nessas diversas áreas, fica evidente que cada campo possui suas próprias questões essenciais que demandam investigação. Identificar essas questões e abordá-las adequadamente é fundamental.

formulação de um problema de pesquisa

Elementos a considerar na formulação do problema de pesquisa

Observar alguns elementos cruciais é fundamental para formular um bom problema de pesquisa.

Em primeiro lugar, não se assuste se a tarefa parecer difícil. Mesmo pesquisadores experientes enfrentam desafios ao formular problemas de pesquisa. É normal encontrar dificuldades no início, mas com prática e perseverança, é possível desenvolver um problema de pesquisa significativo.

Mas vejamos algumas dicas práticas para que você possa formular um problema de pesquisa de forma eficaz.

Ter experiência na área o ajudará bastante!

Ter experiência na área de pesquisa fornece uma vantagem significativa ao formular problemas de pesquisa pertinentes. A familiaridade com o campo de estudo simplifica a identificação de questões de pesquisa importantes, contribuindo para a formulação de problemas de pesquisa mais claros e precisos.

Além disso, a expertise na área de pesquisa facilita a escolha de problemas de pesquisa relevantes e significativos. A experiência prévia na área de pesquisa desempenha um papel crucial na qualidade da formulação de problemas de pesquisa.

Realizar leituras aprofundadas de bibliografias da área de pesquisa também é fundamental

Realizar leituras aprofundadas de bibliografias da área de pesquisa é crucial no desenvolvimento do problema de pesquisa, contribuindo para obter mais clareza sobre o assunto.

Essa abordagem oferece uma compreensão mais ampla do tema em questão e identifica lacunas de conhecimento a serem abordadas. Além disso, a pesquisa bibliográfica é essencial para o desenvolvimento de um bom problema de pesquisa, proporcionando uma base sólida para a formulação da tese ou metodologia.

Converse com colegas, professores e pesquisadores

Ao escolher um problema de pesquisa, é importante entrar em contato com colegas, professores e especialistas da área. Suas percepções podem desempenhar um papel crucial na definição de um problema de pesquisa relevante.

O envolvimento em discussões é uma maneira eficaz de esclarecer o que constitui um problema de pesquisa sólido. A consulta a colegas e especialistas pode fornecer perspectivas valiosas que contribuem para a identificação de um problema de pesquisa significativo e relevante.

Essa abordagem colaborativa pode levar à identificação de problemas de pesquisa exclusivos e pertinentes, com a vantagem de já terem sido filtradas por bons pesquisadores.

Benefícios de formular corretamente um problema de pesquisa

Compreender a importância de formular adequadamente os problemas de pesquisa é fundamental para melhorar a qualidade do trabalho acadêmico.

Problemas de pesquisa bem elaborados não só causam impacto nas publicações acadêmicas, mas também contribuem para a jornada acadêmica ao moldar o trabalho acadêmico. Problemas de pesquisa eficazes fornecem uma direção e uma estrutura claras para o estudo, ajudando na publicação do trabalho acadêmico.

Além disso, problemas de pesquisa adequadamente formulados ajudam a definir o curso do trabalho acadêmico e desempenham um papel fundamental na orientação do processo geral de pesquisa.

Com um problema bem definido, ele servirá como uma luz orientadora para as atividades acadêmicas. Com a formulação de um problema claro e conciso, os acadêmicos podem orientar seus estudos na direção certa, garantindo uma abordagem focada e objetiva para suas investigações.

Como um problema de pesquisa bem formulado pode ajudar na publicação de seu trabalho

Formular um problema de pesquisa de maneira eficaz também é crucial para a publicação acadêmica. Problemas bem elaborados contribuem significativamente para a qualidade e relevância das publicações acadêmicas, influenciando diretamente a aceitação e impacto dos artigos.

Ao definir com precisão os problemas de pesquisa, os acadêmicos podem facilitar a disseminação de suas contribuições, aumentando suas chances de publicação. Além disso, um uma abordagem clara e direcionada para a pesquisa, proporcionada por um bom problema de pesquisa, é essencial para a publicação de trabalhos acadêmicos.

Conclusão

Para garantir um projeto de pesquisa bem-sucedido, é fundamental elaborar um problema de pesquisa adequado.

Um problema de pesquisa bem definido funciona como uma força orientadora, moldando toda a trajetória do seu estudo, e além disso o ajuda a manter o foco, a organização e o controle de todo o processo de pesquisa.

Portanto, dedique-se na elaboração de um bom problema de pesquisa, com a certeza de que o esforço será recompensado e sua proposta será melhor aceita por professores e instituições acadêmicas, porque ficará evidente a qualidade de sua abordagem.

Você quer ser um pesquisador de sucesso?

Receba dicas semanais sobre redação acadêmica, pesquisa de qualidade e desenvolvimento de habilidades essenciais para seu progresso acadêmico.

dr. Fábio Portela - Inline

Sobre
Fábio Portela

Dr. Fábio Portela é Doutor, Mestre e Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Brasília (UnB), além de Mestre e Especialista em Filosofia pela mesma instituição. Sua experiência internacional inclui ser Visiting Research Fellow pela Harvard Law School (2013-2014). Além disso, realizou Estágio Pós-Doutoral em Sociologia do Direito pela Europa-Universität Flensburg (2019). Desde 2017, vem apoiando como mentor acadêmico o desenvolvimento de acadêmicos como pesquisadores em nível de mestrado e doutorado. Criador do Método PENCER para aprovação em processos seletivos de Mestrado e Doutorado.

O melhor conteúdo do Blog

Você quer ser um pesquisador de sucesso?

Receba dicas semanais sobre redação acadêmica, pesquisa de qualidade e desenvolvimento de habilidades essenciais para seu progresso acadêmico.

>

Seja um Pesquisador de Sucesso!

Entre para a nossa comunidade exclusiva e receba insights valiosos  para seu desenvolvimento na pesquisa e redação acadêmica.